top of page

Modelo de Governança e Gestão Territorial do OTSS é reconhecido como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil

Certificação abre possibilidade para que o Observatório de Territórios Sustentáveis e Saudáveis da Bocaina (OTSS), uma parceria entre o Fórum de Comunidades Tradicionais (FCT) e a Fiocruz, esteja entre os finalistas do Prêmio Fundação BB de Tecnologia Social. Anúncio dos finalistas ocorre no fim de abril e dos vencedores em junho.




Criado em 2009 a partir de uma parceria entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Fórum de Comunidades Tradicionais de Angra dos Reis, Paraty e Ubatuba (FCT), o Observatório de Territórios Sustentáveis e Saudáveis da Bocaina (OTSS) acaba de ter seu modelo de Governança e Gestão Territorializada e Participativa reconhecido como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil. Segundo a instituição, uma das principais referências do tema no País, Tecnologias Sociais “compreendem produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade e que representem efetivas soluções de transformação social.”


Sob a coordenação da Vice-presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde da Fiocruz (VPAAPS) e com o apoio da Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec), o OTSS é um espaço tecnopolítico de geração de conhecimento crítico, a partir do diálogo entre saber tradicional e científico, para o desenvolvimento de estratégias que promovam sustentabilidade, saúde e direitos para o bem viver das comunidades tradicionais em seus territórios.


O reconhecimento destaca a reaplicabilidade da união entre poder público e movimentos sociais para a promoção conjunta da saúde e do desenvolvimento sustentável. Além disso, a certificação habilita o OTSS a poder ser um dos finalistas do Prêmio Fundação BB de Tecnologia Social. O anúncio dos finalistas ocorrerá até o fim de abril e o dos vencedores entre 18 e 22 de junho, quando acontece a Semana Nacional de Tecnologia Social.


Para acessar a íntegra da descrição do modelo de Governança e Gestão Territorializada e Participativa no portal Transforma!, clique aqui.


"Para a gente, enquanto movimento social, receber esse reconhecimento é mais um avanço na afirmação do nosso povo no território. Ver que nosso formato de gestão foi certificado como uma tecnologia social nos dá inspiração pra continuar pelas próximas gerações e, para além, que esse forma de gestão entre movimento social e instituições publicas visando a saúde do território como instrumento de luta e bem viver, vire modelo para outros processos, projetos, sonhos e lutas", celebra Ariane Rosa, integrante do Núcleo Jovem do Fórum de Comunidades Tradicionais (FCT) e pesquisadora da Incubadora de Tecnologias Sociais do OTSS.


"Esta certificação é um reconhecimento significativo da importância da parceria entre o poder público e os movimentos sociais na promoção da saúde e do desenvolvimento sustentável. É uma demonstração de como a união de saberes tradicionais com conhecimento científico pode gerar soluções inovadoras para os desafios enfrentados pelas comunidades tradicionais. Acreditamos que este reconhecimento fortalecerá ainda mais nosso compromisso com a busca de soluções que promovam o bem-estar e a sustentabilidade”, completa Hermano Castro, Vice-presidente de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde da Fiocruz (VPAAPS).


Sobre o portal Transforma!


O Transforma! é a maior e mais abrangente base de dados de tecnologias sociais do Brasil. É uma ferramenta colaborativa e fácil de usar que tem como objetivo ampliar o alcance das tecnologias sociais e promover um ambiente de reaplicação e compartilhamento de conhecimentos para toda a sociedade.


Com um total de 765 Tecnologias Sociais certificadas, as páginas das tecnologias sociais são mantidas pelas instituições idealizadores e contêm informações sobre o problema solucionado, a solução adotada, a forma de envolvimento da comunidade, os municípios atendidos, os recursos necessários para implementação de uma Tecnologia Social, entre outros detalhamentos.


Desde 2001, o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social promove a identificação e certificação das tecnologias sociais que compõem o Transforma! Realizado a cada dois anos, o Prêmio tem por objetivo identificar, certificar, premiar e difundir tecnologias sociais já aplicadas, implementadas em âmbito local, regional ou nacional, que sejam efetivas na solução de questões relativas a alimentação, educação, energia, habitação, meio ambiente, recursos hídricos, renda e saúde.


A participação no Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social é aberta às instituições legalmente constituídas, de direito público ou privado, sem finalidades lucrativas. As inscrições passam por um processo de triagem que inclui as fases de certificação, seleção das finalistas, julgamento das vencedoras e premiação, observados os critérios e parâmetros estabelecidos no Regulamento do Prêmio.


"A certificação significa um avanço no reconhecimento da governança das organizações como tecnologia social. E isso é importante porque traz também a importância da própria articulação entre as instituições para a criação de um ambiente a partir do qual outras tecnologias sociais podem prosperar e se desenvolver. Somos resultado da parceria entre uma instituição de Estado e um movimento social que atua em parceria com povos e comunidades tradicionais, e esperamos que este reconhecimento possa nos conectar a ainda mais parceiros que enfrentam desafios similares aos nossos", destaca Sidélia Silva, coordenadora da Incubadora de Tecnologias Sociais do OTSS.


***


117 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page